Trabalho e Renda

​Trabalho e emprego

Nos governos Lula e Dilma, 20 milhões de empregos foram criados. Com isso, o país atingiu a menor taxa de desocupação da série histórica: 5,1%. Além disso, houve também uma política de valorização dos salários.

O aumento real do salário-mínimo foi de 72,35% no período de 2002 a 2013. O valor médio do salário de admissão também aumentou: 42% em dez anos. Em 2003, o salário de contratação era, em média, R$ 772,58. Em 2013, a média foi de 1.104,12.

De acordo com a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em fevereiro de 2014, o rendimento médio real do trabalhador chegou a R$ 2.015,60 . O valor é 0,8% superior ao registrado em janeiro e 3,1% acima do verificado no mesmo mês em 2013.

Quanto a taxa de desocupação, ficou em 5,1%, a menor para o mês de fevereiro desde o início da série histórica, em 2000. Na comparação com o mesmo período, no ano passado, o indicador ficou meio ponto percentual mais baixo, quando atingiu 5,6%. Em relação a janeiro, a taxa ficou três pontos percentuais acima.